OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os álcoois como o etilenoglicol e o metanol são metabolizados pela desidrogenase do álcool, formando-se metabolitos ácidos onde predominam os ácidos glicólico e oxálico, o qual induz cristalúria (oxalúria) com risco de obstrução intratubular renal.
Nas intoxicações agudas, há acidose metabólica com hiato aniónico e hiperosmolaridade sérica.
Pode ser utilizado o bicarbonato de sódio para corrigir a acidemia e o ácido folínico e altas doses de piridoxina para facilitarem o metabolismo.
O tratamento específico das intoxicações por etilenoglicol e metanol compete na via de metabolização. O etanol a 10% na dose inicial de 10 ml/kg por via e.v. durante 30 minutos e depois em perfusão de 15 ml/kg ou, melhor ainda, se disponível, o fomepizole na dose inicial de 15 mg/kg por via e.v. durante 30 minutos e depois 10 mg/kg cada 12 horas são as drogas preconizadas.
Em casos mais graves com persistência de acidose metabólica ou falência renal aguda, recorre-se à hemodiálise que, para além dos benefícios óbvios de correção da acidose e substituição da função renal, remove eficazmente os álcoois por serem moléculas de baixo peso molecular e fraca ligação às proteínas.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -