preview002
Clínica (Adenomas da Hipófise)

No sexo feminino verifica-se galactorreia em 30-80% dos doentes, normalmente de expressão, podendo ser transitória ou esporádica ou nunca ocorrer.
A prolactina exerce um efeito inibitório nas gonadotropinas, com interferência no eixo hipotálamo/hipófise/gónadas, com diminuição da secreção pulsátil de LH e FSH e do pico de LH do meio da ovulação, embora os níveis de LH e FSH possam ser normais.
Assim, ocorre oligomenorreia, amenorreia e infertilidade.
No sexo masculino, as queixas são: impotência, diminuição da libido, apatia, galactorreia (menos frequente do que no sexo feminino) e infertilidade com diminuição do número de espermatozóides.
Deve-se determinar os níveis de prolactina, LH, FSH, estrogénios, testosterona e TSH.
Avaliar a função hepática e renal e pedir teste de gravidez.
Níveis de prolactina >200 ng/ml são virtualmente diagnóstico de adenoma; níveis de prolactina entre 100 e 200 ng/ml apontam para um provável adenoma a confirmar por TC ou RM; e prolactina <100 ng/ml pode corresponder a outras causas de hiperprolactinemia ou a microadenomas.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -