tetraciclinas-oftalmico-739x311
Duração do Tratamento (Tuberculose)

Em princípio, a combinação de isoniazida (INH) (300 mg/dia) com rifampicina (RFP) (600 mg/dia), tomados diariamente, em toma única diária e em jejum, durante 9 meses, associada a EMB (etambutol) e PZA (pirazinamida) durante os 2 primeiros meses, associa-se a um elevado grau de eficácia no tratamento da TBP causada por bacilos sensíveis. A utilização de esquemas de administração bi-semanal da INH e RFP a partir do segundo mês de tratamento apresenta, em princípio, eficácia sobreponível. facilitando a monitorização da adesão, mas não deve ser utilizada em populações em que haja risco, mesmo que baixo, de resistência, pelo que não está, por princípio, recomendada no contexto da infecção por VIH. Segundo as recomendações mais recentes do CDC (E.U.A.) ‘201, a eficácia do tratamento define-se, sobretudo, pelo número de tomas, estando estabelecida a sua efectividade com base numa duração de 6 meses (182 tomas de INH e RFP, 56 tomas de PZA). E desejável que este número seja administrado ao longo de um período máximo de 9 meses, contando as eventuais faltas por não adesão pontual ou por intolerância. Para o tratamento da TBMR, a duração do tratamento depende da obtenção da esterilização microbiológica, devendo-se prolongar a terapêutica farmacológica por, pelo menos, 24 meses após a obtenção da conversão cultural.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -