3599826195757

Incluem os vírus Ebola e Marburg (filovírus), o vírus da febre de Lassa e arenaviroses do Novo Mundo (Guanarito, Machupo, Junin e Sabia), e as febres hemorrágicas do vale do Rift e do Congo-Crimeia. Embora alguns dos vírus causem doenças febris ligeiras e autolimitadas, outros podem causar quadros fatais, geralmente com componente de lesão vascular grave, podendo evoluir para quadros de falência multiorgânica e morte.
Não estão, actualmente, disponíveis vacinas para a imunização activa contra estes agentes.
Embora o risco da sua transmissão associado com viagens turísticas seja baixo, sobretudo se a estadia for em hotéis; pode ser maior fora dos circuitos turísticos habituais, particularmente em viajantes para zonas rurais de região endémica (profissionais de saúde em trabalho, cooperantes ou contratados para trabalhos de construção, jornalistas). Os viajantes devem ser aconselhados a não permanecer em zonas onde existam surtos activos ou recentes. Quando a viagem for necessária, deverão ser aconselhados a evitar, particularmente, o contacto com roedores (zonas endémicas para o vírus da febre de Lassa ou Bunyavirus), com gado (febre do vale do Rift), observando estritamente as medidas de prevenção contra a exposição a insectos vectores. Nos profissionais de saúde, deve ser reforçada a necessidade de observação das precauções básicas contra a transmissão de doenças infecciosas.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -