Brugia_63x2-3

As principais filaríases com interesse na patologia humana são: W. bancrofti, B. malayi e B. timori para as filaríases linfáticas, O. volvulus, L. loa e as M. perstans, M. streptocerca e M. ozzardi.
Para a filaríase linfática, existem mais de 300 milhões de indivíduos expostos, e no caso da oncocercose, importante responsável por amaurose, encontram-se nas regiões endémicas cerca de 30 milhões.
—> Dietilcarbamazina (DEC)
A acção microfilaricida da DEC depende do funcionamento normal dos mecanismos imunológicos celulares e humorais do hospedeiro.
Para a terapêutica da filaríase por Wuchereria bancrofti, a dose indicada é de 6 mg/kg/dia por via oral durante 21 dias, dividida em 3 tomas diárias, depois das refeições.
A primeira administração deve ser de 25-50 mg e a dose do primeiro dia de 50-100 mg, conforme os casos. Em indivíduos com filaríase linfática e provenientes de áreas endémicas de oncocercose e/ou loiase, é necessário excluí-las antes de se iniciar o tratamento com a DEC a fim de evitar eventuais lesões oculares e reacções alérgicas intensas. A DEC está indicada no tratamento de doenças provocadas por filarias, continuando a ser um fármaco de 1.ª linha a utilizar na maioria daquelas patologias.
O esquema de administração é semelhante em todos os casos, variando apenas a dose e, eventualmente, a repetição do tratamento.
– Ivermectina
A ivermectina é absorvida pelo tubo digestivo. A posologia aconselhada é de 12 mg em toma única, administrada com água e em jejum. Para indivíduos com mais de 5 anos de idade e menos de 65 kg, a dose média aconselhada é de cerca de 0,15-0,2 mg/kg de peso.
Na maioria dos casos, os efeitos secundários são ligeiros e transitórios. A reacção de hipersensibilidade resultante da morte das microfilárias é uma reacção tipo Mazzoni, raramente grave.
Os efeitos secundários oftalmológicos, normalmente apenas observáveis em casos de oncocercose, são pouco frequentes, consistindo num edema palpebral, numa uveíte anterior, numa conjuntivite, numa queratite e numa corioretinite ou coroidite; estas manifestações raramente são graves, desaparecendo, geralmente, sem necessidade de recorrer aos corticóides.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -