piolho (1)

É uma infestação das áreas pilosas pelo Phthirius púbis. Predomina no púbis, mas pode atingir os pêlos do peito, axilas e pestanas. E mais frequente em adultos jovens, mas pode ocorrer em qualquer grupo etário. A transmissão faz-se por contacto físico estreito, nomeadamente relações sexuais ou pela partilha da mesma cama e utilização de roupas contaminadas.
Do ponto de vista clínico pode ser assintomática, ou causar prurido ligeiro a moderado durante meses. Objectivamente vêem-se os piolhos como pequenas manchas castanhas claras nas áreas pilosas, semelhando crostas aderentes à pele, e as lêndeas – ovos aderentes aos pêlos. Acessoriamente, podem ainda observar-se pápulas eritematosas urticariformes nos locais onde o piolho se alimenta, escoriações, liquenificação e impétigo, em doentes com muito prurido e as máculas cerúleas manchas azuis prateadas – que não desaparecem à vitropressão.
A área preferencialmente atingida é o púbis, mas todas as outras áreas pilosas, em especial nos homens, podem estar afectadas: axilas, períneo, coxas, pernas, tronco. Nas crianças, as pestanas e as sobrancelhas podem ser infestadas, sem haver envolvimento púbico.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -