SAM 0162 180x180 - Terapêutica - Cinesiterapia respiratória

Terapêutica – Cinesiterapia respiratória

– Cinesiterapia respiratória – indicação formal nos derrames de etiologia infeciosa, uma vez que diminui a formação de bridas entre o folheto parietal e visceral.


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 1 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
6343 1125 labhigienezootecnica 180x180 - Exame bacteriológico e microbacteriológico

Exame bacteriológico e microbacteriológico

O líquido pleural deve ser enviado para estudo bacteriológico e micobacteriológico por rotina. Apesar da baixa rentabilidade, quer no derrame parapneumónico não complicado, quer na tuberculose pleural (<50% no exame direto e cultural), o isolamento de microrganismos e a consequente realização de teste de sensibilidade aos antibióticos ou antibacilares traduz-se em implicações terapêuticas.

bolas de sabao 06a55 180x180 - Outros exames complementares

Outros exames complementares

— A biopsia pleural cega tem indicação perante suspeita de neoplasia ou tuberculose pleural uma vez que permite uma rentabilidade diagnostica acrescida.
— A realização de videotoracoscopia ou toracotomia com biopsia cirúrgica está reservada para quando os métodos menos invasivos não foram eficazes e permanece a dúvida diagnostica. A rentabilidade diagnostica no envolvimento neoplásico da pleura é de 90-95%.
— A realização de broncofibroscopia deve ser realizada nas situações em que se verifica a presença concomitante de infiltrado/massa pulmonar, hemoptises ou derrame maciço sem desvio do mediastino.

cirurgia 180x180 - Terapêutica - Cirurgia

Terapêutica – Cirurgia

— Cirurgia – videotoracoscopia ou toracotomia podem ser necessárias para a limpeza e descorticação no empiema ou derrame amplamente loculado. A realização de pleurodese química e/ou mecânica em doentes com neoplasia pleural pode igualmente ser realizada durante a abordagem cirúrgica.

pl518156 mentir o jogo monitorando o jogo do fibrinog nio da terapia do thrombolytic 180x180 - Terapêutica - Fibrinolíticos

Terapêutica – Fibrinolíticos

– Fibrinolíticos – a administração intrapleural de estreptoquinase ou uroquinase no derrame septado não é consensual, embora alguns estudos evidenciem a possibilidade desta terapêutica diminuir a necessidade de tratamento cirúrgico.

fármacos 180x180 - Terapêutica - Antibioterapia

Terapêutica – Antibioterapia

– Antibioterapia – instituída nos derrames de etiologia infeciosa. O tratamento empírico deve ter em conta a origem da infeção e o contexto clínico do doente. Na maioria das situações, a cobertura antibiótica dirige-se aos agentes mais frequentemente implicados no processo infecioso do parênquima pulmonar, que se estende por contiguidade à pleura. À exceção da menor eficácia dos aminoglicósidos, demonstrada quando o pH é ácido e quando existe um espessamento pleural marcado, todos os antibióticos têm potencial para atingir concentrações adequadas no espaço pleural.

maxresdefault 11 180x180 - Terapêutica - Pleurodese

Terapêutica – Pleurodese

– Pleurodese – fusão dos dois folhetos pleurais com o objetivo de aliviar a dispneia e melhorar a qualidade de vida em doentes com derrame recidivante, submetidos a repetidas toracenteses evacuadoras. Normalmente, é efetuada quando a etiologia é neoplásica e menos frequentemente na patologia benigna em que as medidas terapêuticas convencionais falharam. É realizada com introdução na cavidade pleural de um agente químico esclerosante (talco, doxiciclina, bleomicina, nitrato de prata) através de tubo de drenagem ou por toracoscopia.


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 1 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30

Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 1 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
1351886039 180x180 - Terapêutica -  Dreno torácico

Terapêutica – Dreno torácico

– Dreno torácico – colocação de tubo de drenagem na cavidade pleural tem indicação no empiema, derrame parapneumónico complicado (pH<7,20), líquido pleural com características de mau prognóstico (pH<7,30, LDH>1000, glucose<60 mg/dl, loculação, cultura positiva), hemotórax, e no derrame pleural neoplásico recidivante para e realização de pleurodese. A drenagem poderá ser retirada quando o volume em 24 horas for inferior a 50-100 ml. Nas situações de derrame recidivante sintomático, habitualmente neoplásico, em que não existe a possibilidade de realização de pleurodese eficaz (pH ácido, tentativas anteriores infrutíferas ou pulmão encarcerado sem possibilidade de reexpansão), existe a opção de colocação de dreno de longo termo (por exemplo, PleurX), dada a limitada sobrevivência média destes doentes (6 meses).


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 1 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
IMG 1501 IJFR 1600 180x180 - Terapêutica - Toracentese

Terapêutica – Toracentese

— Toracentese terapêutica – remoção de fluido para alívio sintomático. Não deve exceder os 2000 ml dado que a evicção de grandes volumes de forma rápida pode originar edema pulmonar de reexpansão. A repetição deste procedimento está indicada em doentes com reacumulação lenta de líquido, sobrevivência média curta (<1-3 meses), resposta ao tratamento da patologia de base, incapacidade de realização de outras manobras de intervenção, nomeadamente pleurodese.

Grazi0534 180x180 - Terapêutica

Terapêutica

A instituição de uma terapêutica precoce e correta diminui a morbilidade na etiologia de natureza benigna e melhora a qualidade de vida dos doentes com derrame neoplásico.
O tratamento primário dos transudados é dirigido à causa subjacente. A correta instituição de terapêutica médica conduz habitualmente à reabsorção do derrame (por exemplo, instituição de diuréticos na insuficiência cardíaca congestiva).
Os exsudados implicam normalmente uma abordagem sistémica dirigida à patologia desencadeante, e uma abordagem local com intervenção a nível pleural. O tratamento da pneumonia (com antibioterapia), envolvimento pleural neoplásico (com quimiorradioterapia) e tromboembolismo pulmonar (com anticoagulação), principais causas de derrame exsudativo, obedece às normas de orientação clínica preconizadas para cada patologia. Da mesma forma, a terapêutica local deve ser ajustada às características do derrame e necessidades individuais.