1602SER
Que antibiótico escolher – Factores Inerentes ao Hospedeiro II

A existência de variações genéticas associadas ao haplotipo ou a polimorfismos na expressão de genes relacionadas com a absorção ou com a metabolização dos fármacos.
Estes factores, embora comecem a ser alvo de investigação aprofundada e sejam do maior interesse por poderem vir a proporcionar uma utilização mais eficaz e segura dos antibióticos, são difíceis de prever apenas com base no fenótipo do portador, tal é a diversidade de factores genéticos envolvidos. Um exemplo da sua utilidade provém da estreita correlação demonstrada entre a ocorrência de reacções graves de hipersensibilidade ao abacavir e o haplotipo HLA B5701, cujo rastreio veio proporcionar a recuperação da utilização segura de um fármaco valioso. Outros exemplos incluem os acetiladores lentos da isoniazida, mais expostos aos riscos de toxicidade deste fármaco, e o efeito que polimorfismos ao nível do gene que codifica a isoenzima 3A4 do citocromo P450, como a variante 516T, podem ter na exposição aos fármacos inibidores não nucleósidos da transcriptase reversa do VIH, particularmente do efavirenze, com impacto na toxicidade associada a este fármaco.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -