NUEVO_Gonadotrofina-Corionica
Substituição de Gonadotropinas

– Sexo feminino – substituição estrogénica/progestagénica
Estradiol oral 1 a 2 mg/dia, estradiol transdérmico 0,05-0,1 mg/dia ou estrogénios conjugados: 0,3 a 1,25 mg/dia (por exemplo, 0,625 mg/dia primeiras 3 semanas).
Alivia os sintomas vasomotores, previne a osteoporose e mantém as características sexuais secundárias.
Deve-se sempre conjugar um progestagénio como, por exemplo medroxiprogesterona, 5 a 10 mg, intercalado com o estradiol (3 semanas de estradiol e 1 semana de medroxiprogesterona, seguida de uma semana de menstruação) para evitar a hiperplasia do endométrio.
– Sexo masculino – substituição androgénica
Enantato de testosterona 100 mg/semana ou 200 mg/2 semanas ou 300 mg a cada 3 a 4 semanas, i.m. ou testosterona transdérmica.
Permite restaurar a libido, previne a osteoporose, aumenta o crescimento dos pelos e barba, e aumenta a força muscular e o bem-estar geral.
Deve-se iniciar o tratamento com 50 mg, aumentando a dose a cada 2 semanas, através do doseamento da testosterona sérica, avaliada imediatamente antes da administração. Manter vigilância do hemograma, função hepática e PSA.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -