Artigos

mal parkinson 2 180x180 - Parkinsonismo Iatrogénico

Parkinsonismo Iatrogénico

—> Etiologia – todos os fármacos com ação antidopaminérgica (neurolépticos, antieméticos, antivertiginosos), alguns antidepressivos (SSRI, trazodone), os bloqueadores dos canais de cálcio com acção central (flunarizina, diltiazem) e os expoliadores sinápticos (reserpina, tetrabenazina) podem provocar uma síndrome parkinsónica.
Mais raramente outros medicamentos também podem causar tremor ou rigidez, como os antiepilépticos, os P-miméticos ou os corticosteróides.
—> Sintomatologia – semelhante à DP, mas geralmente o quadro é simétrico.
—> Diagnóstico – história farmacológica, com pesquisa de interações e terapêutica anterior imprescindível. A existência de relação temporal, e se possível desaparecimento ou variação do sintoma após suspensão do medicamento facilitam ou fazem o diagnóstico.
—> Terapêutica – deve seguir os procedimentos que indicamos:
• Desmame do agente iatrogenizante até dose mínima tolerável.
• Adição de anticolinérgico (risco: alucinações).
• No caso de ser necessário manter os neurolépticos, usar os antipsicóticos com baixa ação extrapiramidal (por exemplo, clozapina, olanzapina, rísperidona, quetiepina).