Artigos

Screen Shot 2011 11 17 at 11.02.56 180x180 - Causas e Riscos (Descolamento da Retina)

Causas e Riscos (Descolamento da Retina)

O descolamento da retina está associado a uma rasgadura ou buraco na retina através do qual os fluidos podem passar causando uma separação entre as camadas da retina.
As causas mais comuns são: trauma, idade, tumores, processos inflamatórios, mas pode ocorrer espontaneamente. No recém-nascido, pode surgir no contexto de uma retinopatia da prematuridade.


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 3 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
tomar agua 180x180 - Causas (Hiponatremia)

Causas (Hiponatremia)

Perante uma hiponatremia, convém excluir desde logo as causas hipertónicas, isto é, com osmolalidade elevada, em geral causadas pela hiperglicemia ou administração de manitol, solutos retidos no extracelular que chamam H2O do intracelular provocando uma diluição fictícia da natremia existente, sem hipo-osmolalidade.
Feito isso, separamos as hiponatremias em:
– Com volemia baixa (Na urinário <20 mEq/L um marcador indirecto de hipoperfusão renal), que constituem 20% das causas, a hipovolemia em geral foi ou está a ser tratada indevidamente com solutos hipotónicos - 1) perdas gastrintestinais (vómitos, diarreia, aspiração nasogástrica); 2) diuréticos (o furosemido provoca hipovolemia, logo estimula a ADH, mas como inibe a reabsorção de Na na ansa de Henle, o interstício fica mais hipotónico, o que retira eficiência à ADH; as tiazidas, como atuam num segmento tubular que é cortical, estimulam igualmente a ADH, que neste caso é mais eficaz; logo produzem hiponatremias muito mais graves, principalmente na mulher, e se com hipocaliemia); 3) hipotiroidismo; 4) falência suprarrenal. - As hiponatremias normo ou hipervolémicas (são caracterizadas por maior morbilidade e difíceis de corrigir, constituem mais de 70% das causas) - 1) com Na urinário <20 mEq/L: insuficiência cardíaca congestiva; insuficiência hepática; síndrome nefrótica; 2) com Na urinário >20 mEq/L: hipocaliemia; SIADH, de longe a causa ou fator predisponente mais frequente, por vezes associada com alguma das outras.
As causas de SIADH incluem:
– Insuficiência respiratória (a associação de hipoxia com hipercapnia estimula particularmente a ADH)/cancro do pulmão/infeção respiratória.
– AVC hemorrágico.
– Dor, stress, anestesia.
– Pós-operatório (são 25% das hiponatremias hospitalares).
– Drogas (opiáceos, carbamazepina, AINEs).
Num estudo recente em 72 doentes hiponatrémicos hospitalizados, 71 tinham ADH elevada quando devia estar totalmente suprimida, praticamente todos eles recebiam fluidos hipotónicos e.v., o que, associado ao excesso de ADH, impedia a excreção de H20 livre e provocava a hiponatremia.

dott loiacono emilio alessio medico chirurgo medicina chirurgia estetica benessere dietologia sessuologia ecografie tabagismo smettere di fumare salti la colazione hai un maggior rischi 180x180 - Causas mais frequentes e fatores precipitantes de Insuficiência Cardíaca Aguda

Causas mais frequentes e fatores precipitantes de Insuficiência Cardíaca Aguda

-> Doença isquémica cardíaca.
• Síndrome coronária aguda (SCA).
• Complicações mecânicas do enfarte agudo do miocárdio (EAM).
• EAM do ventrículo direito.
—» Valvulares.
• Estenose ou regurgitações valvulares.
• Endocardite infeciosa.
• Dissecção da aorta.
—> Miocardiopatias.
• Pós-parto.
• Miocardite aguda.
—> Hipertensão arterial.
-> Arritmias agudas.
-> Falência circulatória.
• Sépsis.
• Tireotoxicose.
• Anemia.
• Shunts.
• Tamponamento.
• Embolia pulmonar.
-> Descompensação da 1C crónica.
• Falta de adesão à terapêutica.
• Sobrecarga de volume.
• Infeções.
• Cirurgia.
• Disfunção renal
• Asma ou doença pulmonar obstrutiva crónica
• Abuso de drogas incluindo AINEs, inibidores da ciclooxigenase.
• Abuso de álcool.