Artigos

pcr viasaereas 180x180 - Manutenção Básica da Via Aérea

Manutenção Básica da Via Aérea

Deve fazer-se uma avaliação rápida da existência de obstrução da via aérea – corpos estranhos, vómito.
Nos traumatismos, verificar a ocorrência de fraturas da face, mandíbula, laringotraqueais.
Devem ser efetuadas manobras de rectificação da via aérea como a hiperextensão cervical e pulsão anterior da mandíbula de forma a corrigir a obstrução da glote pela queda da língua. Nos traumatizados, a hiperextensão cervical está contra-indicada dada a possível coexistência de traumatismo cervical. Em doentes com artrite reumatóide, espondilite anquilosante e artrite psoriática, tal manobra também pode ser causa de lesão medular cervical por subluxação atlanto-axial. Nestes casos a pulsão anterior da mandíbula com protecção da coluna cervical é recomendada. Esta manobra deve ser executada, preferencialmente, por dois operadores.

maxresdefault 13 180x180 - Entubação Orotraqueal

Entubação Orotraqueal

É a via de entubação traqueal preferencial em qualquer doente. É tecnicamente mais fácil permitindo a colocação de um tubo de maior calibre do que na entubação nasotraqueal. Deve haver algum cuidado na entubação de casos de epiglotite, instabilidade atlantoaxial, traumatismo maxilofacial severo e lesão da coluna cervical.

20090523202925 180x180 - Tumores Malignos (Orofaringe)

Tumores Malignos (Orofaringe)

— Carcinoma – geralmente manifesta-se por ulceração dolorosa com induração da amígdala ou parede da faringe, otalgia reflexa e eventualmente hemorragia. A metastização cervical é frequente. A terapêutica é cirúrgica, associada a radioterapia.
O prognóstico é reservado.
— Linfoma – geralmente manifesta-se por hipertrofia não dolorosa de uma ou das duas amígdalas. O diagnóstico faz-se por biopsia excisional. A terapêutica é feita com quimioterapia e/ou radioterapia. O prognóstico depende da classificação histológica do linfoma.

147310122 180x180 - Carcinoma da Nasofaringe

Carcinoma da Nasofaringe

Manifesta-se por obstrução nasal e rinorreia hematopurulenta. O crescimento tumoral resulta em obstrução da trompa de Eustáquio com consequente otite seromucosa e invasão da base do crânio com paralisias dos nervos cranianos (V, VI, IX, X, XII).
A metastização cervical é frequente. O diagnóstico definitivo é anatomopatológico.
A terapêutica é feita com radioterapia local e celulectomia no caso de gânglios cervicais positivos. O prognóstico é reservado.

Fadiga Andrenal 1 180x180 - Outras Formas de Vertigem

Outras Formas de Vertigem

– Insuficiência vertebrobasilar (as crises de vertigem são desencadeadas pela hiperextensão cervical e podem-se acompanhar doutros sintomas de isquemia do tronco cerebral. Por exemplo, diplopia, disartria).
– Drogas ototóxicas (por exemplo, aminoglicósidos podem causar ataxia por destruição da função do labirinto) não causam vertigem rotatória.
– Traumatismo do labirinto.
– Vertigem pós-operatória.
– Labirintite supurativa (pode ser uma complicação da otite média aguda e causa uma vertigem severa, bem como surdez profunda).
– Neurinoma do acústico (o schwanoma vestibular é um tumor benigno que causa surdez e disfunção vestibular progressivas, cursando com desequilíbrio em vez de vertigem).
– Herpes zoster geniculado (síndrome de Ramsay Hunt).
– Fístula perilinfática (deve-se à ruptura espontânea ou pós-traumática da membrana da janela redonda ou oval, cursa com vertigem severa, acufenos e surdez).
– Crise de Tumarkin.

sarcoptes galerias 180x180 - Patogénese (Escabiose)

Patogénese (Escabiose)

O prurido surge após sensibilização ao S. scabiei. Quando se trata da primeira infestação, a sensibilização pode levar 2-4 semanas a desenvolver-se. Porém, na reinfestação, uma vez que o indivíduo já está sensibilizado, o prurido pode surgir ao fim de 24-48 horas.
Os doentes imunodeprimidos ou com doenças neurológicas podem desenvolver formas particularmente exuberantes de sarna, designadas como sarna norueguesa ou crostosa.
Ao contrário do que acontece na escabiose vulgar, em que geralmente não há mais do que 10 ácaros infestantes, na sarna norueguesa estes podem exceder o milhão, pelo que são formas de extrema contagiosidade, por vezes apenas diagnosticadas quando surgem várias pessoas contagiadas no agregado do doente ou mesmo nos serviços de saúde onde estes doentes estão internados.
Clinicamente caracteriza-se por prurido intenso, disseminado, poupando apenas a cabeça, a região cervical e o dorso, o qual se agrava, caracteristicamente, durante a noite, causando distúrbios do sono. Na escabiose crostosa, mais de metade dos doentes não tem prurido.
A observação podem encontrar-se vários tipos de lesões:
—> Galerias intra-epidérmicas – acinzentadas ou da cor da pele, têm trajectos lineares ou serpiginosos, com cerca de 2-3 mm de comprimento, com pequena vesícula ou pápula na extremidade do túnel. As localizações mais frequentes são: bordos das mãos, faces laterais dos dedos, pregas interdigitais, punhos, cotovelos, bordo interno dos pés e genitais masculinos.
—> Pápulas pruriginosas à volta das axilas, na região peri-areolar, no abdómen, circundando o umbigo, nas coxas e regiões glúteas.
—» Vesículas e vesico-pústulas nas palmas e plantas, em crianças até aos 2 anos.
—> Nódulos eritematosos ou eritemato-acastanhados (nódulos escabióticos) de superfície lisa. Localizam-se preferencialmente no pénis, escroto, axilas, cintura, nádegas e aréola mamária. Podem permanecer semanas ou meses após a escabiose ter sido tratada eficazmente.
—> Lesões eczematiformes e impetiginização podem surgir secundariamente ao prurido.
O diagnóstico é fundamentalmente clínico. Em caso de dúvida, o exame microscópico de escamas retiradas de pápulas ou de galerias e examinadas sob óleo de imersão permite visualizar o ácaro, ovos ou fezes.

imagen 11 180x180 - Clínica (Bócio Simples)

Clínica (Bócio Simples)

O doente pode referir sintomas de compressão cervical em até 70% dos casos ou ser completamente assintomático. A palpação detecta-se uma tiroideia aumentada de tamanho, de forma difusa ou multinodular.