Artigos

molusco contagioso 7 180x180 - Molusco Contagioso

Molusco Contagioso

Dermatose comum em crianças, adultos jovens e indivíduos imunodeprimidos, caracteriza-se por pápulas hemisféricas de cor branco-pérola, com umbilicação central e dimensões entre 1 e 10 mm. O seu número varia de um a várias dezenas e a distribuição depende do modo como é feito o contágio. Observam-se muitas vezes no tronco, área anogenital e face.
A doença é causada pelo vírus do molusco contagioso (MCV). A transmissão faz-se por contacto directo, ou através de objectos infectados. A frequência de piscinas aumenta a probabilidade de contágio e tem maior incidência em atópicos. A duração da dermatose é autolimitada, embora se conheçam casos com vários anos de evolução e grande número de lesões.

picture impetigo 180x180 - Impétigo

Impétigo

É a infecção piogénica superficial da pele mais frequente em crianças, podendo assumir duas formas clínicas: impétigo contagioso, não bolhoso (impétigo de Tilbury Fox) provocado por Staphylococcus aureus, Streptococcus piogénico ou ambos, e impétigo bolhoso, de etiologia estafilocócica {Staphylococcus do grupo fago II, tipos 55 e 71).
Clinicamente o impétigo contagioso inicia-se por vesícula ou pústula de parede fina em base eritematosa que rapidamente rompe dando origem a lesão exsudativa, coberta por crosta amarelada e aderente (crosta melicérica). A face é frequentemente atingida, sendo as áreas perinasal e peri-oral as localizações mais comuns (no Inverno, na sequência de rinorreia purulenta), podendo, contudo, observar-se em qualquer outra área cutânea.
No impétigo bolhoso, as bolhas, causadas por toxinas esfoliativas A e B (esfoliatinas), são de maiores dimensões e mais persistentes, e evoluem após ruptura para erosões cobertas por crosta acastanhada e retalhos epidérmicos periféricos. Este tipo de impetigo observa-se com frequência nas axilas e área genital, e é mais frequente no Verão.