Artigos

acne 180x180 - Acne

Acne

A acne resulta da inflamação dos folículos pilosos e glândulas sebáceas, com retenção de sebo, evoluindo por surtos, sob influência hormonal. É geneticamente determinada, tem maior incidência na juventude e na sua etiopatogenia estão implicados quatro factores principais:
-> Hiperplasia sebácea com consequente seborreia, por acção de estímulos androgénicos sobre as glândulas sebáceas, entendendo-se como importante o efeito no órgão alvo e não especificamente os níveis circulantes de hormonas.
—> Hiperqueratose do infundíbulo piloso, a qual condiciona o encerramento folicular.
—> Colonização bacteriana pelo Propionibacterium acnes e Staphylococcus albus, com consequente inflamação folicular (directamente por acção bacteriana ou resultante da capacidade irritante dos ácidos gordos libertados pelo microrganismo).
—> Reacção inflamatória/imunitária, com libertação de vários mediadores da inflamação.
Sendo a clínica da acne sobejamente conhecida, não nos debruçaremos sobre a mesma.

es 20071227 1 5014987 captured 180x180 - Sialoadenite Crónica

Sialoadenite Crónica

Geralmente causada pela presença de um cálculo no dueto excretor, o que leva ao aumento do volume da glândula e dor intensa que agrava com a secreção salivar. Afecta mais frequentemente as glândulas submaxilares, também podendo afectar a parótida.
A remoção do cálculo resolve o quadro.

DS1 180x180 - Dermite Seborreica

Dermite Seborreica

A DS (dermite sebosorreica) é uma dermatose inflamatória, eritematosa e descamativa, eczematiforme, que se desenvolve nas áreas ditas seborreicas, ou seja, naquelas onde existe uma maior quantidade e actividade das glândulas sebáceas, como seja o couro cabeludo, face, tronco superior, mais raramente nas axilas, virilhas e genitais.
Os fungos leveduriformes do género Malassezia (M. globosa e restricta) parece desempenharem um papel importante na patogénese da afecção. Não só produzem lípases que desdobram os triglicéridos do sebo em ácidos gordos livres, que são irritantes, como parece desencadearem uma resposta imunológica anormal, com libertação de citocinas responsáveis pela inflamação.
Pode surgir no período neonatal ou a partir da adolescência, sendo mais frequente a partir dos 40 anos. Nas crianças, manifesta-se sob a forma de crosta láctea, ou por dermatite eritemato-descamativa nas pregas ou disseminada. Inicia-se precocemente (primeiras semanas de vida) e tem tendência a melhoria e desaparecimento espontâneo ao fim de alguns meses. Nos adultos, as lesões atingem: couro cabeludo, desde a vulgar “caspa” (pitiríase capitis), forma minor e não inflamatória, até à DS (dermite seborreica) eritemato-descamativa, inflamatória e pruriginosa; face, em especial supracílios, região intersupraciliar, pregas nasogenianas, por vezes mento – manchas eritematosas, cobertas de escamocrostas mais ou menos espessas, oleosas, com prurido variável; região pré-esternal e interescapular, com aspecto semelhante ao descrito para a face; pregas axilares e inguinais – manchas eritematosas, pouco descamativas e pruriginosas.
A evolução da DS é crónico-recidivante – melhora no Verão, agrava-se com o stress psíquico e com ambientes quentes e secos. Algumas doenças neurológicas e imunossupressão podem agravar e ocasionar quadros de DS particularmente exuberantes e resistentes à terapêutica.

18 18 1 180x180 - Síndrome de Sjogren

Síndrome de Sjogren

Doença auto-imune que afecta as glândulas salivares e lacrimais. Cursa com diminuição da secreção glandular que se manifesta por xerostomia e xeroftalmia. A terapêutica sintomática é feita com saliva e lágrima artificial e gargarejos com água morna.


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 2 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
Fistula perianal 7 180x180 - Fístulas Perianais

Fístulas Perianais

As fístulas anais são incomuns. Num estudo epidemiológico em Helsínquia, a incidência foi de 8,6 por 100000. O precursor habitual das fístulas anais é o abcesso ano-rectal, que por seu lado se inicia em 95% dos casos nas glândulas anais a nível da linha pectínea.
Na grande maioria dos casos não se identifica uma causa, mas devemos pensar na doença inflamatória do intestino (3%), na tuberculose (<1%) e nas fístulas pós-cirurgia ou traumáticas (3%). Podemos ainda encontrar fístulas anais em outras doenças, nomeadamente nos tumores malignos ano-rectais, na actinomicose, linfogranuloma venéreo, proctite radica e nas leucemias.

IMG 4474 180x180 - Diagnóstico Diferencial (Supurações Anais)

Diagnóstico Diferencial (Supurações Anais)

—> Quisto de inclusão epidérmico pré-sagrado infectado.
—> Hidradenite supurativa (afecção crónica supurativa das glândulas apócrinas).
—> Doença pilonodal (é uma doença comum da pele da fenda glútea, mais frequente nos homens jovens; envolve a infecção de folículos pilosos).
—> Abcesso das glândulas de Bartholin.


Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 2 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30

Warning: DOMDocument::loadHTML(): htmlParseStartTag: invalid element name in Entity, line: 3 in /home/medicina/public_html/wp-content/plugins/wpex-auto-link-titles-master/wpex-auto-link-titles.php on line 30
images 9 180x180 - Diagnóstico (Síndrome de Sjogren)

Diagnóstico (Síndrome de Sjogren)

O diagnóstico baseia-se na presença de xerostomia e xeroftalmia e na documentação de:
– Queratoconjuntivite seca (teste de Shirmer <5 mm/5 minutos ou biomicroscopia positiva após coloração com Rosa de Bengala ou fluoresceína). —> Diminuição da produção de saliva (sialografia, cintigrafia das glândulas salivares, secreção salivar não estimulada <1,5 ml/15 minutos). -» Histologia de glândulas salivares minor com demonstração de infiltrado linfocitário (pelo menos 1 foco de 50 linfócitos por 4 mm2). -> Presença de auto-anticorpos anti-SSA e anti-SSB.

18 18 180x180 - Síndrome de Sjogren

Síndrome de Sjogren

Depois da artrite reumatóide, a síndrome de Sjógren (SS) é, a conectivite mais frequente.
Caracteriza-se por um infiltrado inflamatório com predomínio de linfócitos das glândulas exócrinas que conduz à sua insuficiência.