Artigos

20100509134417 180x180 - PNEUMOTÓRAX CATAMENIAL

PNEUMOTÓRAX CATAMENIAL

Ocorre no período menstrual, habitualmente 24/72 horas após o início da menstruação. A patogénese não é conhecida, mas por vezes está associado a endometriose pélvica e torácica. Poderá ter indicação para toracoscopia e administração de terapêutica hormonal.

métodos contraceptivos vantagens e desvantagens 180x180 - Benefícios dos Contraceptivos Orais

Benefícios dos Contraceptivos Orais

— Regularização do ciclo menstrual.
— Diminuição do fluxo menstrual.
— Menor probabilidade de anemia ferropénica.
— Melhoria da dismenorreia.
— Regularização das alterações menstruais da perimenopausa.
— Menor incidência de quistos do ovário.
— Menor incidência de gravidezes ectópicas.
— Diminuição dos fibroadenomas/doença fibroquística mamária.
— Menor incidência de doença inflamatória pélvica.
— Menor incidência de neoplasia do ovário e endométrio.
— Melhoria do acne.
— Benefícios emergentes (efeito benéfico na massa óssea, na neoplasia colorrectal, na artrite reumatóide, no hiperandrogenismo, na endometriose e na redução dos fibromiomas uterinos).

anemia ferropenica 180x180 - Etiologia (Anemia Ferropénica)

Etiologia (Anemia Ferropénica)

—> Perda menstrual e necessidades aumentadas na gravidez e puerpério são a causa mais frequente de anemia; é importante perceber que perdas menstruais moderadamente aumentadas ao longo de 5, 10, 15 anos são causa possível de ferropenia e anemia.
—> Necessidades aumentadas em períodos de crescimento, gravidez, aleitamento.
—> Perdas crónicas gastrintestinais (úlcera, pólipos, tumores, etc).
—> Diminuição da absorção gastrintestinal (doença celíaca, gastrectomia, Helicobacter pylori).
—> Hemólise intravascular crónica (hemólise de prótese valvular, etc).

Interna11 180x180 - Enxaqueca Menstrual

Enxaqueca Menstrual

A terapêutica da enxaqueca menstrual com estrogénios transdérmicos (na altura do período menstrual ou no intervalo da pílula) não é particularmente eficaz pois apenas atrasa o início da crise. A administração diária de triptanos (frova ou naratriptano) ou de naproxeno, na semana perimenstrual (começando 2 dias antes da data prevista para o período) é eficaz neste tipo de enxaqueca, mas deve ser reservada para casos difíceis e ponderada em comparação com a terapêutica apenas da crise.
Evolução da enxaqueca: estima-se que, todos os anos, cerca de 14% dos doentes com crises de enxaqueca, seguidos em consulta da especialidade, evoluem para formas de migraine muito frequentes e difíceis de controlar. Alguns fatores aumentam o risco desta evolução, nomeadamente o abuso medicamentoso, a obesidade, as perturbações do sono (ressonar), o stress psicossocial, a história de traumatismo cranioencefálico e as crises frequentes, alguns dos quais podem e deverão ser controlados.