Artigos

cuidados paliativos 180x180 - Distúrbios Gastrintestinais (Cuidados Paliativos)

Distúrbios Gastrintestinais (Cuidados Paliativos)

Em doentes sob terapêutica opióide, a xerostomia é um dos sintomas mais frequentes e a obstipação ocorre em cerca de 1/3 dos doentes tratados com morfina. Estes doentes necessitam do uso de meios rectais (supositórios laxantes, enemas). Um dos mecanismos para optimização da abordagem de obstipação crónica promovida pela toma de opióides é a sua rotação. O fentanil é menos obstipante que a morfina oral. Os expansores de volume não estão indicados na obstipação induzida por opiáceos. A lactulose por vezes não basta, pode coexistir massa fecal palpável no cego e fezes pétreas no cólon descendente que requerem propulsor colónico.
As náuseas e vómitos são dos sintomas mais prevalentes (60-70%) dos doentes em CP.
As causas podem estar directamente relacionadas com o cancro (síndromes oclusivas ou suboclusivas) ou serem iatrogénicas (quimioterapia ou opióides). O tratamento sintomático passa pelo uso de drogas do grupo dos procinéticos (metoclopramida domperidona), corticosteróides (em especial dexametasona), antagonistas 5-HT3 (ondansetron e outros), fenotiazinas, butirofenonas, antagonista Nkl (aprepitant).

alzheimer care facility.html 4 180x180 - Complicações Médico-Cirúrgicas

Complicações Médico-Cirúrgicas

Os pacientes dementes têm um risco acrescido de quedas e fraturas. Problemas de desnutrição, desidratação, incontinência urinária e fecal, infeção urinária e obstipação são frequentemente encontrados. Em estádios avançados da doença o acamamento pode trazer problemas músculo-esqueléticos, escaras, complicações cardiovasculares, flebotrombose dos membros inferiores e embolismo pulmonar, disfunção ventilatória e pneumonia.

Dieta das Proteinas 180x180 - Soluções Standard ou Poliméricas

Soluções Standard ou Poliméricas

Contêm proteínas intactas, TG de cadeia longa e muitas vezes fibras. O enriquecimento em fibras solúveis pode ser benéfico para doentes com diarreia ou obstipação (fórmulas gastrintestinais control). A fibra é fermentada por bactérias do cólon em AG de cadeia curta, que são utilizados como fonte calórica pelos colonócitos. A fibra também atrasa o esvaziamento gástrico e a absorção de glicose. No rato foi demonstrado que uma dieta elementar pobre em fibra resulta na diminuição da produção cólica de AG de cadeia curta e na atrofia da mucosa do cólon. As dietas standard podem variar não só no conteúdo de fibra, mas também no enriquecimento em AG Q.3 e na alteração da relação P/G/L – por exemplo: Isosource standard, fibra, protein, energy.