Artigos

F1068.large  180x180 - Diagnóstico (Isosporiose)

Diagnóstico (Isosporiose)

Baseia-se na demonstração de oocistos nas fezes de doentes sintomáticos, de preferência a fresco ou em esfregaços corados pelo método de Ziehl-Nielssen, embora esteja descrita a utilidade da auramina 1351 e da imunofluorescência como métodos de diagnóstico alternativos. A carga parasitária nas fezes é geralmente baixa, pelo que é útil realizar a pesquisa num mínimo de três amostras seriadas. A biopsia do intestino delgado ou grosso pode revelar a presença de formas de oocistos ou de formas evolutivas do parasita.

IMG 06643 180x180 - Diagnóstico (Pneumocistose)

Diagnóstico (Pneumocistose)

O diagnóstico microbiológico está relativamente facilitado em doentes com infecção VIH atendendo a que a carga parasitária pulmonar é habitualmente elevada. A pesquisa na expectoração induzida por meio de aerossol de soro fisiológico é a técnica recomendada para iniciar o processo de diagnóstico, utilizando as colorações de Wright-Giemsa, Gomori, Papanicolau modificado ou, quando disponível, imunofluorescência directa. O recurso ao LBA pode ser necessário em doentes com elevado grau de suspeita nos quais o exame da expectoração induzida tenha sido negativo. A coexistência de outras infecções pulmonares concomitantes, tais como a tuberculose e a pneumonia bacteriana (cuja ocorrência simultânea é um factor preditivo de mortalidade), deve ser sistematicamente pesquisada nesta população.

sarcoptes galerias 180x180 - Escabiose

Escabiose

A escabiose (ou sarna) é uma doença parasitária causada pelo Sarcoptes scabiei, que vive e se multiplica apenas na pele humana. Penetra na pele pouco depois do contacto e escava galerias. A fêmea escava durante a noite e põe ovos durante o dia. Vive 4-6 semanas e põe 40-50 ovos, que eclodem ao fim de 72 a 96 horas.
O ácaro transmite-se por contacto directo com o parceiro sexual, com outros membros do agregado familiar, durante brincadeiras infantis, ou para o pessoal da saúde que trata doentes infestados. Pode ainda transmitir-se, indirectamente, através de roupas infestadas, pois os ácaros podem permanecer vivos nas roupas e leitos mais de 2 dias.
A institucionalização (lares da 3.ª idade, orfanatos, camaratas, etc.) constitui factor de risco para a escabiose.