Artigos

Tegretol 100mg kapsul 180x180 - Tegretol e tegretol CR e genérico

Tegretol e tegretol CR e genérico

– CBZ – tegretol e tegretol CR e genérico – comprimidos de 200 e 400 mg; solução oral de 100 mg/5 ml.
• Indicação – é indicada no tratamento das epilepsias parciais e TCG. Não deve ser usada nas epilepsias de ausências e mioclónicas por não ter efeito ou agravar as crises.
• Mecanismo de ação – atua nos canais de sódio da membrana celular.
• Metabolismo e excreção – é metabolizada no fígado pelo sistema do citocromo P450 e tem esta via de excreção preferencial.
• Administração – a dose inicial deve ser de 100-200 mg (com os alimentos), em 2 tomas diárias quando se usa a forma de libertação controlada e 3-4 nas outras formas. A dose deve ser incrementada até aos 10-20 mg/kg/dia nos adultos que é habitualmente a dose média de controlo (níveis séricos terapêuticos: 4-12 ug/dl).
• Efeitos adversos e interações – a titulação tem como objetivo minorar os efeitos secundários dependentes da dose e que são os mais comuns: sonolência, irritabilidade, diplopia, visão enevoada, cefaleias, náuseas e ataxia. As reacções idiossincráticas são raras: eritema maculopapular, síndrome de Stevens-Johnson, epidermólise necrotizante, leucopenia, hepatite tóxica, hiponatremia, anemia aplástica. O metabolismo da CBZ é aumentado por outras ISE e inibido pela eritromicina, propoxifeno, cimetidina, isoniazida, diltiazem, verapamil. A sintomatologia de intoxicação, devida à inibição por outro medicamento, pode ser de tal forma aguda, que é suscetível de ser tomada por outra doença. Este fármaco induz o metabolismo da ETX, VPA, PHT, PB/PRM, contraceptivos orais (CO) e CNZ, diminuindo os níveis séricos. A interação com a PHT é imprevisível, contra-indicando a associação destes dois AE.