paludismo
Terapêutica (Paludismo ou Malária)

A terapêutica do paludismo deve ser obrigatoriamente precoce, isto é, imediatamente a seguir aos primeiros sinais, como seja, a febre.
Um dos maiores problemas relaciona-se com as resistências dos plasmódios aos diversos fármacos, especialmente com a cloroquina, fármaco padrão durante longos anos, e que actualmente só em certas regiões apresenta eficácia razoável.
São muitos os medicamentos existentes. Na prática corrente, o quinino, a cloroquina, a mefloquina, a halofantrina, o “atovaquona cl proguanil” e as artemisininas, com ou sem associações, são os mais importantes. As associações com as artemisininas ocupam a 1.ª linha da terapêutica.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -