757840
Tratamento (Metastização no Sistema Nervoso Central)

– Medidas farmacológicas gerais:
• Dexametasona – na presença de hipertensão intracraniana, causa frequente dos sintomas, na dose de 15 a 30 mg/dia, e.v., seguido de desmame.
• Antiepilépticos – de forma preventiva não está recomendada, mas devem ser usados se há actividade convulsiva.
– Cirurgia – a realização de biopsia e/ou ressecção pode estar indicada em caso de lesão única, quando não é conhecida a existência de doença oncológica ou esta não está ainda metastizada. Mesmo no doente com doença metastática conhecida é admissível a cirurgia para ressecção de metástase(s) em situações em que esta é muito sintomática ou em que é previsível provocar défice neurológico significativo e em que, de outra forma, o prognóstico do doente é razoável (doença metastática limitada e probabilidade de controlo com terapêutica).
– RT – a RT holocraniana constitui a forma de tratamento mais frequente quer nos doentes não operados, quer nos que foram sujeitos a cirurgia. A sua indicação depende do estado geral do doente e do tipo de neoplasia (alguns com escassa radiossensibilidade). Na carcinomatose meníngea pode ser feita a irradiação de todo o neuro-eixo (de elevada toxicidade aguda) ou de segmentos do mesmo neuro-eixo que estejam a provocar sintomatologia.
– Radiocirurgia – em casos de lesões limitadas mas com escassa probabilidade de ressecção completa e em localização de difícil abordagem cirúrgica, pode estar indicada a radiocirurgia (com acelerador linear ou com Gamma Knife).
– Quimioterapia – raramente a quimioterapia demonstra eficácia no tratamento das metástases cerebrais. No entanto, pode haver vantagem na associação de quimioterapia (temozolamida) com RT em certos tipos de tumor – melanoma, principalmente.
—> Tratamento intratecal – a abstenção terapêutica é muitas vezes uma solução preferível na medida em que os tratamentos disponíveis não são isentos de alguma toxicidade. Pode ser feita a administração intratecal de quimioterapia (habitualmente com metotrexato ou citarabina, associados a dexametasona); para este efeito é recomendável a colocação de um dispositvo subcutâneo ligado ao ventrículo (reservatório de Ommaya) que torna mais cómoda e segura a administração deste tipo de quimioterapia.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -