Antibiotics-injection241
Utilização de Combinações de Antibióticos II

– Aumento da eficácia. Algumas combinações de antibióticos, como a associação de trimetoprim e sulfametoxazol, têm um efeito sinérgico reconhecido, justificando a sua apresentação em combinações fixas. Para além desta associação, o benefício clínico do efeito sinérgico demonstrado in vitro raramente foi cabalmente comprovado.
Exceptua-se a associação de um aminoglicósido com um antibiótico actuando na parede celular bacteriana ((3-lactâmico, vancomicina) no tratamento da endocardite por enterococo, mas é de notar que a utilidade clínica desta combinação não foi demonstrada a endocardite causada por outras bactérias Gram-positivas, designadamente estafilococos, apesar da demonstração do sinergismo in vitro entre a flucloxacilina e a gentamicina. De facto, embora o sinergismo entre penicilina e estreptomicina tivesse sido, também, demonstrado in vitro para estreptococos do grupo viridans, a excelente actividade individual da penicilina não permitiu evidenciar benefícios na utilização da combinação. Outra excepção é a da associação da anfotericina B com a fluocitosina para o tratamento da meningite criptocócica. Por outro lado, uma revisão alargada recente indica que a associação de um aminoglicósido com um P-lactâmico pode não apresentar vantagens no tratamento da sépsis relativamente à utilização de um (lactâmico isolado, antes aumentando o risco de toxicidade renal. A sua utilização sistemática em doentes neutropénicos não está, assim, plenamente justificada. No entanto, parece ser prudente recomendar a sua utilização em face da gravidade da situação clínica, desde que devidamente ponderados os riscos associados ao aumento da toxicidade.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -