reduzir_riscos_do_uso_de_antibioticos_para_criancas_e_simples_1__2012-10-22151531
Utilização de Corticóides (Meningite)

O benefício da utilização sistemática de corticóides como adjuvantes da terapêutica antibiótica na MAB não está definitivamente demonstrado. No entanto, com base quer nos resultados de estudos no modelo animal, quer nos benefícios demonstrados na redução de sequelas neurológicas (surdez) na população pediátrica, e ainda nos resultados de um estudo controlado, conduzido em condições epidemiológicas comparáveis às de que dispomos em Portugal, poderá ser útil a utilização de dexametasona nos doentes com MAB em que se suspeite de etiologia pneumocócica e que se apresentem, à entrada, com GCS entre 8 e 11. O benefício na MAB de outra etiologia não foi demonstrado, tal como não foi em doentes com defeitos neurológicos ligeiros (GCS >11) ou muito graves (GCS <8). A dexametasona poderá ser suspensa se não se confirmar a etiologia pneumocócica. Neste estudo, a dexametasona foi utilizada na dose de 0,15 mg/kg cada 6 horas, e.v., com a 1.ª toma feita 15-20 minutos antes do início da antibioterapia. Note-se que a dexametasona pode reduzir a penetração de fármacos como a vancomicina através da BHE, pelo que o benefício da sua utilização deverá ser ponderado, também, de acordo com o esquema de antibioterapia a ser utilizado.

Algumas Etiquetas


cirurgia de hemorroida,cricotomia,herpes génital,fissura anal,radioterapia,trinitrato de glicerina,urticaria,leucocitos 14000,meralgia parestésica,cirurgia de hemorroidas.

Tambem podera gostar -